Veter Martins | Foto: Reprodução
Veter Martins | Foto: Reprodução

Um acordo do PSD com o DEM visando as eleições municipais em Goiânia complicará a manutenção de Veter Martins (PSD) como candidato vice-prefeito na chapa de reeleição de Gustavo Mendanha (MDB) em Aparecida.

Segundo interlocutores da prefeitura, apesar de Gustavo ter plena confiança e até preferência por Veter, a decisão será inevitavelmente influenciada pelas composições efetuadas na capital.

Com isso, caso o PSD lance candidato próprio a prefeito de Goiânia, apoiado pelo governador Ronaldo Caiado (DEM), a vice de Mendanha passa a ser território disputado por nomes de outros 4 partidos:

  • PP,
  • PSL,
  • PSB,
  • MDB.

Maguito

A inevitabilidade da mudança, segundo aliados, seria o compromisso “total” de Gustavo com Maguito Vilela, pré-candidato do MDB a prefeito da capital.

Além disso, segundo essas fontes, a lógica que atrapalha Veter é a seguinte: se Maguito perder a disputa neste ano para o candidato do PSD (provavelmente o senador Vanderlan Cardoso), Gustavo passa a ser o maior nome do MDB para disputar o Governo de Goiás em 2022.

Nesse cenário, Mendanha precisaria se encontrar na posição de deixar a Prefeitura de Aparecida nas mãos de um partido aliado caso decidisse interromper seu 2º mandato para disputar o Governo de Goiás.

LEIA MAIS 👉 Comunicação de Mendanha será gerida por 4 auxiliares próximos


Quer receber notícias dos bastidores da política de Aparecida? NOSSO NÚMERO MUDOU!

Você está convidado a fazer parte de um grupo altamente bem informado sobre os rumos da cidade!

Basta clicar aqui para ter as matérias especiais da Folha Z direto do seu celular!

Comentários do Facebook