Prefeito de Senador Canedo nega ter ameaçado opositor: só “queria dar o recado”

Prefeito de Senador Canedo se defende das acusações| Foto: Divulgação/Youtube
Prefeito de Senador Canedo se defende das acusações| Foto: Divulgação/Youtube

O candidato à Prefeitura de Senador Canedo e atual prefeito Misael Oliveira (PDT) afirmou que não fez ameças de morte ao prefeitável Zélio Candido (PSB). Misael fez um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) contra o adversário político, por calúnia e difamação.

Assista ao vídeo abaixo

O prefeito explicou que, no domingo (25), a carreata do concorrente passou próximo a sua residência, guiada por um trio elétrico, com Zélio Cândido e um locutor. No momento foi proferida uma fala direcionada ao atual prefeito, dizendo para “devolver os 12 milhões roubados da saúde”. Indignado com tal acusação Misael Oliveira compareceu à delegacia para as devidas providências contra Zélio.

publicidade

LEIA MAIS: Misael Oliveira é denunciado por ameaça de morte a Zélio Candido

No mesmo dia, o prefeito seguia para Goiânia para assistir a um debate na casa de um amigo quando encontrou-se com Zélio Cândido no trevo da GO-403 com a Vila Galvão. Foi aí que ele parou seu carro e disse ao rival que parasse de chamá-lo de ladrão de dinheiro público. “Tenho conduta ilibada e correta com tudo. Só pedi a ele respeito”, assegurou.

O prefeito disse que Zélio ainda ficou instigando-o para descer do carro, procurando criar uma briga. “A única coisa que eu queria era dar o recado pra ele, até porque eu estava com minha esposa”, afirmou.

Caso

O prefeito de Senador Canedo e candidato à reeleição Misael Oliveira (PDT) foi denunciado pelo candidato à prefeitura Zélio Candido (PSB) por ameaça de morte na noite deste domingo, 25.

Segundo o Boletim de Ocorrência (BO), registrado na 2ª Delegacia Regional, Misael iniciou uma perseguição ao veículo de Zélio por volta das 21h30, na GO-403, e em dado momento entrou em uma rotatória na contramão para impedir que o candidato seguisse viagem.

De acordo com o registro, Zélio percebeu que estava sendo perseguido por dois carros brancos, mas só se deu conta de que se tratava do atual prefeito Misael de Oliveira no momento em que ele saiu de um dos veículos proferindo palavras de baixo calão e fazendo ameaças de morte.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter