Prefeitura espera piora na crise econômica em 2017

Prefeitura de Goiânia não prevê melhora para a crise econômica (Foto: Reprodução)
Prefeitura de Goiânia não prevê melhora para a crise econômica (Foto: Reprodução)

A Prefeitura de Goiânia enviou nesta semana para a Câmara Municipal o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2017 e o teor do documento demonstra um aperto maior na crise econômica da administração goianiense.

LEIA MAIS: A convite da Universidade de Harvard e do MIT, Marconi faz palestras para estudantes nos EUA

A LDO prevê uma receita total de R$ 4,543 bilhões para o ano que vem. O número ainda não foi confirmado, mas representaria uma queda de 13,5% em relação à receita de 2016, que, por sua vez, já havia sido reduzida em relação a 2015.

publicidade

A Lei de Diretrizes Orçamentárias compreende a determinação das metas e prioridades da administração pública.

No projeto da LDO, o prefeito Paulo Garcia (PT) diz que os indicadores para a economia nacional em 2017 são “pouco animadores”.

Falecimento

Nessa sexta-feira (22), a assessoria de comunicação da Prefeitura de Goiânia informou por meio de nota sobre o falecimento da mãe do prefeito Paulo Garcia, a juíza aposentada Maria Aparecida Siqueira Garcia. O velório será realizado no Cemitério Jardim das Palmeiras, no Setor Fama.

LEIA MAIS: Mãe do prefeito Paulo Garcia morre aos 78 anos