Pressão sobre Gustavo cresce aos 45 min do 2º tempo

Após a indicação de que Veter lançará candidatura própria, com o apoio do governador Ronaldo Caiado, bastidores esquentaram

Blog do Coelho

Atenção: Ao copiar material produzido pelo Folha Z, favor citar os créditos ao site.
Bom jornalismo dá trabalho!

Nas últimas horas que definirão as chapas concorrentes à Prefeitura de Aparecida, Gustavo Mendanha (MDB) está sofrendo pressão de todos os lados.

No início da tarde desta 4ª feira (16), a maior probabilidade era de que Pastor Romeu (MDB) fosse apontado como seu vice, no lugar do atual ocupante do cargo, Veter Martins (PSD).

Após a indicação de que Veter lançará candidatura própria, com o apoio do governador Ronaldo Caiado (DEM), os bastidores começaram a esquentar.

O grupo de Romeu, composto por uma base evangélica que tem à frente a família Carmo e o Republicanos de João Campos, quer manter a posição na chapa.

De outro lado, o PP, do deputado federal Professor Alcides, faz pressão para garantir a vice.

Já o PSL, do Delegado Waldir, também se reanimou e cobra uma posição em troca do já anunciado apoio à reeleição de Mendanha.

Por fim, e não menos importante, o grupo vilelista pressiona para que a articulação em Aparecida não prejudique as pretensões de Maguito Vilela na capital.

A solução para o impasse deve sair apenas minutos antes da meia noite.

LEIA MAIS 👉 EXCLUSIVO: Veter será candidato a prefeito contra Mendanha


Quer receber notícias dos bastidores da política de Aparecida? NOSSO NÚMERO MUDOU!

Você está convidado a fazer parte de um grupo altamente bem informado sobre os rumos da cidade!

Basta clicar aqui para ter as matérias especiais da Folha Z direto do seu celular!

Comentários do Facebook