Secretário da Fazenda André Rosa | Foto: Folha Z
Secretário da Fazenda André Rosa | Foto: Folha Z

Em entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira, 28, a Prefeitura de Aparecida anunciou nova proposta para encerrar a greve da Guarda Civil Municipal (GCM).

A ideia do Executivo é aumentar a taxa de risco de vida e a implantar imediatamente o plano de carreira dentro da instituição.

A proposição foi apresentada pelos secretários André Rosa (Fazenda), Luziano da Costa Vale (Mobilidade e Defesa Social) e Fábio Camargo (Procuradoria).

Segundo a prefeitura, as reivindicações dos servidores da guarda serão atendidas “dentro da legalidade”.

Uma dessas medidas será o aumento do valor pago a título de risco de vida, que subirá de 70% para 100%.

Já o plano de carreira se baseia na progressão no salário e promoção de cargo.

O objetivo é beneficiar os servidores mais dedicados, alcançando aqueles que mais se destacam em seus serviços, possuem tempo de serviço e buscaram mais qualificações.

Prefeitura de Aparecida propõe risco de vida e plano de carreira à GCM | Foto: Folha Z
Prefeitura de Aparecida propõe risco de vida e plano de carreira à GCM | Foto: Folha Z

Grevistas

Descontentes com as negociações, os guardas aquartelados fizeram uma manifestação exigindo melhoria na estrutura e condição de trabalho, além de aumento salarial.

O protesto foi realizado na GO-040, no Setor Garavelo.

Parte da corporação está em greve desde o último sábado, 23.

70% da GCM de Aparecida mantêm greve, diz sindicato


Acompanhe tudo que acontece em Goiânia seguindo o Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook

Comentários do Facebook