Paralisadas desde o dia 17 de março devido à pandemia de Covid-19, há expectativa de que as aulas nas escolas municiais de Aparecida de Goiânia sejam retomadas a partir de agosto.

A informação foi repassada pelo prefeito Gustavo Mendanha, em entrevista à rádio RBC FM, na 5ª feira (21).

Prefeito de Aparecida, Gustavo Mendanha (MDB) | Foto: Rodrigo Estrela
Prefeito de Aparecida, Gustavo Mendanha (MDB) | Foto: Rodrigo Estrela

No início de abril, o município começou a implantar um regime de aulas não presenciais para estudantes da Educação Infantil, do Ensino Fundamental I, do Ensino Fundamental II e também da Educação Especial.

A adoção desta modalidade, visa prevenir a necessidade de reposições de aulas futuras, o que comprometeria o calendário escolar do ano letivo de 2020.

Já as escolas particulares também adotaram diversos sistemas de aulas à distância e aguardam as determinações dos órgãos de saúde para retomarem as suas operações.

Reforma nas unidades

Com as escolas fechadas há 2 meses, a Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Turismo (Semect) iniciou um programa de reforma nas unidades que precisam de reparo e manutenção.

A 1ª a receber a reestruturação foi a Escola Municipal Caraíbas, entregue na última 3ª feira (19).

Escola Municipal Caraíbas | Foto: Rodrigo Estrela
Escola Municipal Caraíbas | Foto: Rodrigo Estrela

A unidade recebeu as seguintes melhorias: substituição de telhas e calhas, restauração do forro, limpeza da rede de drenagem, trocas de grelhas de captação de água pluvial, reforma dos banheiros com substituição de louças e metais, revestimento cerâmico nas salas de aulas, banheiros e cozinha; troca e recuperação geral das esquadrias (portas, portões e janelas), reparos na rede elétrica (iluminação, tomadas e luminárias), pintura geral da instituição e do muro com logomarcas e identificação.

De acordo com o secretário municipal de Educação, Wanderlan Renovato, outras 94 unidades de ensino da rede municipal receberão manutenção e reparo.

Cestas básicas

Também na última 3ª (19), escolas municipais de Aparecida iniciaram oficialmente a distribuição de cestas básicas para as famílias dos alunos matriculados.

A ação acontecerá ao longo das próximas semanas e deve alcançar cerca de 38 mil famílias dos mais de 47 mil alunos matriculados na rede, ao custo de R$ 1,5 milhão.

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, a ideia é contribuir para minimizar os efeitos do isolamento social na vida dos alunos neste período.

As cestas básicas distribuídas nas Escolas Municipais, Emeis e Cmeis devem conter, pelo menos, 5 kg arroz, 1 kg de feijão e 1 L de óleo, além do macarrão e do leite.

Educação de Aparecida distribui cestas básicas às famílias dos alunos matriculados na rede | Foto: Enio Medeiros
Educação de Aparecida distribui cestas básicas às famílias dos alunos matriculados na rede | Foto: Enio Medeiros

Para realizar a entrega das cestas, as unidades devem seguir as regras de controle sanitário, mantendo as normas do distanciamento social determinados pela OMS e Ministério da Saúde, por meio de um cronograma de distribuição que evite aglomerações.

Foi solicitada também a presença de um funcionário na ocasião da entrega para instruir os pais quanto aos procedimentos de higienização dos itens da cesta.

Dúvidas sobre o agendamento devem ser feitas em contato direto com a unidade escolar exclusivamente por telefone ou mensagem em grupos de WhatsApp da própria escola ou Cmei.

Prefeitura planeja inaugurar obras virtualmente em Aparecida


Quer receber notícias da política de Aparecida?

Você está convidado a fazer parte de um grupo altamente bem informado sobre os rumos da cidade.

É só seguir a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook