Secretária Fátima Mrué reafirma que reabertura do comércio de Goiânia só ocorrerá com as condições epidemiológicas favoráveis | Foto: Divulgação/Prefeitura
Secretária Fátima Mrué reafirma que reabertura do comércio de Goiânia só ocorrerá com as condições epidemiológicas favoráveis | Foto: Divulgação/Prefeitura

Em entrevista coletiva nesta 6ª feira (5), a secretária municipal de Saúde, Fátima Mrué, afirmou que a reabertura do comércio em Goiânia só ocorrerá com condições epidemiológicas favoráveis e referendadas por nota técnica da pasta.

Segundo informações do Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (COE), o resultado final da epidemia em Goiânia dependerá do comportamento da população nas próximas semanas.

Estudo de pesquisadores da Universidade Federal de Goiás consideraram 3 cenários de isolamento social e a partir disso projetaram a quantidade de leitos de UTI necessários e o número de óbitos para três níveis de isolamento.

Os pesquisadores estimam que, se o nível de isolamento cair a 30%, Goiânia poderá ter até 1,8 mil óbitos motivados pela covid-19.

Antecipar feriado

Secretário municipal de Governo e presidente do Gabinete de Gestão de Crise Covid-19, Paulo Ortegal afirmou que a prefeitura manterá diálogo com todos os segmentos empresariais e com a sociedade em geral.

Secretário municipal de Governo e presidente do Gabinete de Gestão de Crise Covid-19, Paulo Ortegal | Foto: Divulgação/Prefeitura
Secretário municipal de Governo e presidente do Gabinete de Gestão de Crise Covid-19, Paulo Ortegal | Foto: Divulgação/Prefeitura

Porém, as ações dependerão das orientações técnicas elaboradas pela SMS e pelos relatórios de estudos do COE sobre a pandemia.

Entre outras medidas para aumentar o índice de isolamento na capital, a prefeitura agora estuda a antecipação de feriados.

A partir da próxima semana, já deve ser decretado ponto facultativo no dia 12.

“É certo que, como dia 11 de junho, próxima 5ª feira, é feriado nacional, nós vamos decretar ponto facultativo na 6ª feira, dia 12, para que tenhamos aí 4 dias de recesso, o que vai ajudar no aumento do isolamento social, permitindo que cheguemos mais perto do desejável. Outras antecipações, no entanto, vão depender de questões legais”, explicou o secretário.

Isolamento

De acordo com a secretária de Saúde Fátima Mrué, Goiânia ainda é a capital com os melhores resultados no que diz respeito aos números da covid-19 no Brasil.

Isso, segundo ela, é reflexo do isolamento social conseguido no início da pandemia, quando Goiânia atingiu níveis de 70% de isolamento.

Para a secretária, é imprescindível que a população e empresários entendam que as condições epidemiológicas atuais não favorecem novas reaberturas de comércios na capital e que é preciso que o isolamento social em Goiânia chegue a pelo menos 50%, índice que hoje alcança apenas 38%.

“A ocupação da nossa rede de saúde, neste momento, é de 93% para enfermarias e de 78% para UTIs destinadas a pacientes da Covid-19”, informou.

‘Será uma ação de desobediência’, diz secretário sobre reabertura da 44


Acompanhe tudo que acontece em Goiânia seguindo o Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook