Deputado estadual Cairo Salim (Pros) | Foto: Folha Z
Deputado estadual Cairo Salim (Pros) | Foto: Folha Z

O deputado estadual Cairo Salim (Pros) gerou revolta em seguidores do seu perfil no Twitter após afirmar que o “melhor” para uma menina de 10 anos estuprada pelo próprio tio seria manter a gravidez fruto da violência.

“O que deveria ser pensado em primeiro lugar nessa história é a vida da criança de 10 anos grávida. E o melhor pra ela é que o bebê seja gerido com saúde”, escreveu.

Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter

Após decisão judicial, a criança passou pelo procedimento de aborto ainda no domingo (16), em um hospital de Recife.

Uma escolta policial teve que ser montada para evitar que um grupo de manifestantes invadisse a unidade para impedir o trabalho dos médicos.

Alinhada com esse pensamento, a posição de Salim foi criticada pela maioria dos internautas que se posicionaram até o final da tarde desta 2ª feira (17).

Vários deles questionaram se o deputado tinha algum conhecimento de medicina para basear esse raciocínio e outros apontaram que a indignação deveria estar voltada para o estuprador, que segue foragido.

Ligado à evangélica Igreja Videira, Cairo Salim é pré-candidato a prefeito de Aparecida de Goiânia.

LEIA MAIS 👉 Criança estuprada pelo tio passa por aborto após decisão judicial


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook