Servidores estaduais protestam por salário atrasado em Goiânia

Governo falou sobre o prazo para quitar a folha de dezembro

Protestos de servidores por salário atrasado parou o trânsito em frente à Sefaz, em Goiânia | Foto: Leitor / Whatsapp
Protestos de servidores por salário atrasado parou o trânsito em frente à Sefaz, em Goiânia | Foto: Leitor / Whatsapp

Centenas de servidores protestaram na tarde desta segunda-feira, 14, em Goiânia, a favor do pagamento do salário de dezembro, que está atrasado em Goiás.

Uma assembleia foi convocada pelo Fórum em Defesa dos Servidores e Serviços Públicos do Estado de Goiás.

A manifestação foi realizada em frente à Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz), no Setor Nova Vila.

Os manifestantes bloquearam o trânsito de uma das pistas da Avenida Vereador José Monteiro.

Centenas de servidores descontentes se reuniram em frente à Sefaz na tarde desta segunda, 14 | Foto: Leitor / Whatsapp
Centenas de servidores descontentes se reuniram em frente à Sefaz na tarde desta segunda, 14 | Foto: Leitor / Whatsapp

Também participou do ato o Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Goiás (Sinpol-GO).

O Sinpol enfatizou a “necessidade de que todos os policiais civis participem da assembleia e da mobilização, inclusive por saber que salário é verba alimentar e os servidores já estão passando por dificuldades com esse atraso”.

Assembleia foi convocada para debater ações em favor do pagamento da folha salarial de dezembro em Goiás | Foto: Leitor / Whatsapp
Assembleia foi convocada para debater ações em favor do pagamento da folha salarial de dezembro em Goiás | Foto: Leitor / Whatsapp

Salário atrasado

Uma comissão do Ministério da Economia está em Goiânia para avaliar a situação financeira do Estado.

Os membros se reunirão com o governador Ronaldo Caiado (DEM) e a secretária da Fazenda Cristiane Schimidt.

Porém, o governador admitiu que ainda não há prazo para quitar a folha salarial de dezembro.

Segundo Caiado, a dívida do Executivo chega a de R$ 3,4 bilhões, enquanto o caixa é de R$ 11 milhões.

Kajuru: ‘É revoltante pagar juízes e dar o cano nos demais servidores’


Acompanhe tudo que acontece em Goiânia seguindo o Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook