Sessão extraordinária é adiada na Câmara de Aparecida | Foto: Folha Z
Sessão extraordinária é adiada na Câmara de Aparecida | Foto: Folha Z

Foi adiada a sessão extraordinária que discutiria vários projetos de lei nesta quarta, 30, na Câmara Municipal de Aparecida.

O pedido foi feito pelo vereador Manoel Nascimento (DEM). Segundo ele, a convocação da sessão “não preencheu os requisitos legais do regimento interno da Casa”.

Acompanharam a solicitação de maior tempo para análise das matérias Edílson Ferreira (MDB) e Aldivo Araújo (PPS).

Assim, a Mesa Diretora da Câmara Municipal de Aparecida de Goiânia transferiu a sessão extraordinária para o meio dia desta quinta, 31.

Após a confusão, o vereador Isaac Martins (PR) foi de gabinete em gabinete recolher assinaturas dos colegas para garantir que todos estavam cientes, com antecedência, da próxima sessão.

Projetos importantes

À reportagem da Folha Z, o vereador Nascimento reclamou da “pressa” da presidência da Câmara e do Executivo na votação das matérias.

“Deveria haver audiências públicas, trâmite nas comissões e pareceres jurídicos para tratar desses projetos”, afirmou.

Enviada do Executivo na sessão, a superintendente de receitas da Secretaria Municipal da Fazenda, Ana Paula Vilela, conversa com o vereador Nascimento | Foto: Folha Z
Enviada do Executivo na sessão, a superintendente de receitas da Secretaria Municipal da Fazenda, Ana Paula Vilela, conversa com o vereador Nascimento | Foto: Folha Z

A sessão extraordinária apreciará as seguintes pautas:

  • Plano Diretor e do Controle de Uso e Ocupação do Solo;
  • Códigos Tributário, de Posturas e de Processo Administrativo Tributário e Fiscal do Município;
  • Programa de Educação Fiscal do Município de Aparecida de Goiânia (PEFAG);
  • Empréstimo de R$ 10 milhões para construção da sede do Legislativo.

PCdoB de Aparecida apresenta 50 pré-candidatos em conferência


Quer receber notícias da política de Aparecida?

Você está convidado a fazer parte de um grupo altamente bem informado sobre os rumos da cidade.

É só seguir a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook