MPF quer que Joesley Batista revele identidade de sócio ‘oculto’ da JBS

Joesley Batista presta depoimento na Polícia Federal em SP | Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)
Joesley Batista presta depoimento na Polícia Federal em SP | Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

Integrante da força-tarefa que investiga atividades criminosas na JBS, o procurador do Ministério Público Federal Ivan Marx não está contente com as informações fornecidas pelo empresário Joesley Batista à investigação. O procurador busca descobrir a identidade de um sócio “oculto” da multinacional.

De acordo com Marx, foi requerida há mais de dois meses a informação a respeito do responsável pela empresa associada à JBS “Blessed LLC.”, sem sucesso. No último dia 4, foram concedidos mais dez dias para que o assunto fosse esclarecido. “Ele não entrega. Ninguém sabe quem eram os sócios da empresa”, disse o procurador.

À Receita Federal, os irmãos Batista afirmaram que cada um comprou 50% das ações da Blessed e assim tornaram-se proprietários. O que não está claro, porém, é a identidade do antigo dono.

publicidade

LEIA MAIS: Juiz usa ajuda financeira da população e faz presos construírem celas em Goiás

Por sua vez, a JBS afirmou que mais provas e documentos serão entregues à Justiça no prazo firmado na delação. E que, embora já tenha entregado “farto material”, seguirá no “firme propósito” de colaborar.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter