Tatá Teixeira e Veter Martins | Foto: Reprodução
Tatá Teixeira e Veter Martins | Foto: Reprodução

A articulação para definir quem será vice-prefeito na chapa em que Gustavo Mendanha (MDB) disputará a reeleição em Aparecida chegou a um ponto decisivo.

Isso porque termina nesta 5ª feira (4) o prazo de desincompatibilização para quem pretende concorrer nas eleições municipais de outubro.

E, caso o secretário de Articulação Política Tatá Teixeira ainda esteja no páreo para entrar na chapa, ele deve abdicar do cargo dentro do prazo.

Para evitar a disputa entre Tatá e o atual vice, Veter Martins (PSD), nomes fortes da base mendanhista já começaram a articular um Plano B.

Articulação

De acordo com fontes internas do grupo, o objetivo é alcançar uma composição entre as 2 alas.

Para dar certo, Tatá deveria topar continuar como secretário e, em 2022, teria o apoio de Veter para a disputa de uma vaga na Assembleia Legislativa.

O problema, conforme apontam os interlocutores, é que a “costura é delicada”.

Uma definição é esperada para as próximas 24h.

Glaustin, Nascimento e Carol Araújo serão protagonistas de Caiado


Quer receber notícias da política de Aparecida?

Você está convidado a fazer parte de um grupo altamente bem informado sobre os rumos da cidade.

É só seguir a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook