Transporte escolar de Aparecida e capital pede socorro ao governador

"Devido à pandemia do coronavírus e à suspensão das aulas, estamos parados com despesas que não param, principalmente parcelas das vans escolares financiadas a pagar"

Parados, motoristas de transporte escolar pedem empréstimos facilitados em Goiás | Foto: Pedro Ribas/SMCS
Parados, motoristas de transporte escolar pedem empréstimos facilitados em Goiás | Foto: Pedro Ribas/SMCS

Motoristas de transporte escolar de Aparecida e da capital pediram o apoio de deputados federais e estaduais para levar um pedido de socorro ao governador Ronaldo Caiado (DEM).

O objetivo é conseguir condições especiais de crédito para os trabalhadores, que ficaram impedidos de atuar devido às restrições impostas pela quarentena do coronavírus.

Segundo o documento, o pedido é de empréstimo de R$ 5 mil para cada mês de paralisação, com juros de 3% ao ano e carência de 6 meses para o início do pagamento.

A ideia é que o auxílio seja estendido para toda categoria no Estado, seja pessoa física ou jurídica.

De acordo com um dos representantes dos motoristas de transporte escolar de Aparecida, Marco Antônio Amaral, a medida é necessária para a “sobrevivência das famílias” dos profissionais.

“Devido à pandemia do coronavírus e à suspensão das aulas, estamos parados com despesas que não param, principalmente parcelas das vans escolares financiadas a pagar”, afirmou.

Aparecida reforça inscrições do CadÚnico para renda mínima


Quer receber notícias dos bastidores da política de Aparecida? NOSSO NÚMERO MUDOU!

Você está convidado a fazer parte de um grupo altamente bem informado sobre os rumos da cidade!

Basta clicar aqui para ter as matérias especiais da Folha Z direto do seu celular!

Comentários do Facebook