Valéria Pettersen | Foto: Reprodução
Valéria Pettersen | Foto: Reprodução

Valéria Pettersen (MDB) deixou oficialmente o cargo de secretária de Educação de Aparecida, mas seguirá trabalhando na pasta.

Sua exoneração foi publicada no Diário Oficial na 3ª feira (31), atendendo ao prazo de desincompatibilização exigido pela legislação eleitoral.

De acordo com o calendário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), secretários municipais estão entre os agentes públicos que devem se afastar dos cargos 6 meses antes do pleito, marcado para 4 de outubro, caso queiram se candidatar.

Porém, Valéria é analista pedagógica, servidora efetiva do município.

Dessa maneira, ela continuará exercendo ações dentro da secretaria até 3 meses antes do pleito.

“Sou pré-candidata a vereadora e a a expectativa é ótima”, disse ela à Folha Z.

Valéria é presidente municipal do MDB Mulher.

Substituto

Com a saída de valéria do comando da Educação, já iniciou a busca por seu substituto.

De acordo com o que a própria ex-secretária adiantou à reportagem, ela ajudará o prefeito em exercício Veter Martins (PSD) a escolher a melhor alternativa.

Segundo ela, são considerados para o cargo nomes de dentro e de fora da Secretaria de Educação.

Mais 6 nomes estão fechados com o PTC


Quer receber notícias dos bastidores da política de Aparecida? NOSSO NÚMERO MUDOU!

Você está convidado a fazer parte de um grupo altamente bem informado sobre os rumos da cidade!

Basta clicar aqui para ter as matérias especiais da Folha Z direto do seu celular!

Comentários do Facebook