Cairo Salim grava vídeo para esclarecer 'polêmica' sobre aborto | Foto: Reprodução/Youtube
Cairo Salim grava vídeo para esclarecer 'polêmica' sobre aborto | Foto: Reprodução/Youtube

O deputado estadual Cairo Salim (Pros) manifestou-se novamente por meio da internet sobre o aborto legal realizado por médicos em uma menina de 10 anos estuprada pelo próprio tio.

Desta vez, ele gravou um vídeo no Youtube reforçando sua opinião “contra o aborto” e “a favor da vida”.

Na sequência, referindo-se ao autor dos estupros contra a criança, o deputado ainda aproveitou para opinar sobre a legislação penal brasileira, que considera “fraca, frouxa e que passa a mão na cabeça de bandido”.

Confira os principais pontos do vídeo:

  • “Uma polêmica que está nas redes sociais sobre a questão do aborto da menininha de 10 anos. O crime já havia acontecido. O que é lamentável, triste e deve ser punido com o rigor da lei.”
  • “O estuprador daqui uns dias vai estar solto e família da criança não será assistida. É o que geralmente acontece.”
  • “Precisamos ter prisão perpétua. Quem sabe até discutir a questão da pena de morte. Temos que ver a opinião dos brasileiros em relação a isso.”
  • “Eu disse no Twitter que o melhor seria a gente preservar a vida da criança de 10 anos e também a vida do bebê. Agora, essa é uma decisão dos médicos: o que é melhor fazer para que essa criança seja menos prejudicada. O mais bacana seria que as duas sobrevivessem.”
  • “Mas hoje, o que a sociedade mais quer ouvir é um sentimento pró-aborto, pelo menos esses que ficam latindo nas redes sociais e conversando potoca. Não têm nenhum preparo para opinar sobre uma questão tão grave.”
  • “Sou contra o aborto e em defesa da família e da vida.”

LEIA MAIS 👉 Salim defende que menina estuprada deveria manter bebê


Acompanhe a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook