Dormir com o cabelo molhado é mesmo um hábito ruim? | Foto: Reprodução
Dormir com o cabelo molhado é mesmo um hábito ruim? | Foto: Reprodução

Isso já deve ter acontecido com você. Acabou de tomar um bom banho e já está tarde: vai dormir com o cabelo molhado?

A pergunta é importante porque há muito mistério sobre o hábito fazer realmente mal à saúde.

Para entender melhor sobre o assunto, o Folha Z consultou um especialista no assunto. Confira!

Faz mal dormir com o cabelo molhado?

De acordo com o cabeleireiro Warley Moura, o hábito faz mal mesmo que o cabelo esteja somente úmido.

Isso porque o couro cabeludo, quente e molhado, acaba se tornando o local ideal para a proliferação de bactérias e fungos.

Um dos principais vilões nessa história é o fungo Malassezia, causador da caspa.

Por outro lado, Warley ressalta que resfriados e gripes dificilmente serão contraídos dessa maneira.

Cabeleireiro Warley Moura atende em Goiânia | Foto: Arquivo Pessoal
Cabeleireiro Warley Moura atende em Goiânia | Foto: Arquivo Pessoal

Caspa

Com o couro cabeludo molhado e em contato com o travesseiro, a tendência é que ele descame.

Segundo Warley, isso é uma das causas para caspa e seborreia.

Quebra e queda de fios

Além disso, o hábito intensifica o fator de queda e quebra de fio.

“Cabelo molhado, principalmente longo, tem estabilidade menor do que o seco. Assim a fricção quebra os fios”, explica o cabeleireiro.

Cabelo oleoso

O cabeleireiro também destaca que os cabelos podem acabar ficando oleosos nessa situação.

Coceira e inflamação

A descamação é o mais perceptível, mas coceira e a inflamação também são problemas.

Nas condições certas de temperatura e umidade, as bactérias e fungos se espalham para outras regiões do corpo, como o pescoço.

Assim, problemas de pele acabam sendo efeitos colaterais.

Secador é o ideal para aqueles que não têm outra alternativa a não ser lavar o cabelo à noite | Foto: Pixabay
Secador é o ideal para aqueles que não têm outra alternativa a não ser lavar o cabelo à noite | Foto: Pixabay

O ideal

Segundo Warley Moura, o secador é o ideal para aqueles que não têm outra alternativa a não ser lavar o cabelo à noite.

Mas algumas dicas são importantes na hora de secar os fios dessa maneira.

  • Aplicar protetor térmico nos fios;
  • Distância mínima de 20 cm entre o bico e o cabelo;
  • Permanência máxima de 3 segundos na mesma mecha de cabelo.

“O secador ionizado é a melhor opção, porque evita passar o calor direto do aparelho para o fio”, relata Warley.

Bichectomia em Goiânia: O que é? Quanto custa? Onde fazer?


Quer saber mais sobre saúde? Acompanhe o Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook

Comentários do Facebook