Depois do seu aniversário de 83 anos, Iris avisa: não teremos mais festa

Jogo Limpo com Rodrigo Czepak

Presidente Michel Temer (PMDB) | Foto: Reprodução
Presidente Michel Temer (PMDB) | Foto: Reprodução

Temer não se livra da síndrome de “patinho feio”

Ninguém pode negar que Michel Temer – hoje com cerca de 10% de aprovação nas pesquisas – não seja um presidente esforçado. Em café da manhã com jornalistas na manhã de hoje, o peemedebista fez um balanço das ações positivas do seu governo, não economizando realizações. Falou de tudo um pouco: gastos públicos, FGTS, enxugamento, responsabilidade social, segurança de fronteiras, regularização fundiária nas cidades, etc. O apanhado surtiria algum efeito prático para Temer se não fosse o excesso de formalidade e a síndrome de “patinho feio” perante os profissionais de comunicação.

LEIA MAIS: Prefeitura atrasa salário de médicos e Cais têm falta de remédios básicos

Emancipação Aparecida 300×250

Excesso de justificativas

O presidente da República cunhou expressões que deixaram seus auxiliares de cabeça baixa: “apoio induvidoso do Congresso Nacional”; “desnecessidades econômicas”; “falo sobre questões menores, mas que valem a pena”; “o socorro às Santas Casas parece de menor relevância”; “peço desculpas por interromper o café da manhã de vocês (jornalistas)”. Além da falta de ênfase e convicção nas afirmações, Michel Temer tem excessiva necessidade de se justificar sobre pormenores. É como se ele mesmo não acreditasse nas palavras que saem de sua boca.

Aniversário de 83 anos do prefeito eleito Iris Rezende (PMDB) | Foto: Paulo José
Aniversário de 83 anos do prefeito eleito Iris Rezende (PMDB) | Foto: Paulo José

Suor depois da festa          

Prefeito eleito de Goiânia, Iris Rezende curtiu hoje cada segundo da comemoração dos seus 83 anos no escritório político da avenida T-9. Uma espécie de fortalecimento das energias em meio às articulações para definição da equipe de auxiliares e para eleição do futuro presidente da Câmara Municipal. Iris já avisou que não haverá qualquer motivo para festa nos próximos seis meses. (Veja vídeo abaixo.)

Mutirão em janeiro

“Goiânia vai mal. Trabalharemos de segunda a segunda para recuperá-la”, assegurou. A expectativa, nos bastidores, é de que o projeto “Mutirão nos Bairros”, priorizando limpeza e manutenção de espaços públicos, seja deflagrado ainda na primeira quinzena de janeiro, a partir da região oeste da capital – Balneário Meia Ponte e adjacências. “A emoção de hoje (aniversário) será substituída por muito suor”, profetizou.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter