Róbston desdenha elenco esmeraldino e alfineta Edminho

(Foto: Vinícius Tondolo/Portal 730)
Róbston não acredita que o Goiás tenha jogadores perigosos (Foto: Vinícius Tondolo/Portal 730)

Os ânimos para o clássico Vila Nova e Goiás, que acontece neste domingo, 31, no Serra Dourada, às 17h, já estão em alta. Do lado colorado, o capitão da equipe Róbston é só otimismo.

Desdenhando o Goiás 

Segundo o atleta, a equipe esmeraldina não tem jogadores perigosos. O atacante afirmou que sequer sabia que o meia Daniel Carvalho havia sido contratado como reforço para equipe. No começo do mês, o meia chegou a dizer que achava que o maior clássico do Goianão era Goiás e Atlético.

Em resposta a declaração de Daniel Carvalho, Róbston declarou que o meia esmeraldino conhecerá a força do Vila Nova e de sua torcida e provocou: “Nosso torcedor é apaixonado e ele vai comparecer em massa”, relatou em entrevista à imprensa.

LEIA MAIS: Sem querer, Daniel apimenta clássico Vila e Goiás: “achava que o maior clássico era Goiás x Atlético”

Torcida única

Na segunda-feira, 25, ficou definido, após reunião da Federação Goiana de Futebol (FGF) e Polícia Militar (PM), que somente o Vila levaria a torcida para o estádio. O mando de campo do primeiro clássico é da equipe colorada e o conselheiro esmeraldino, Edminho Pinheiro, questionou a decisão.

Edminho “choradeira”

Róbston não perdoou e disse que se não for do jeito do Goiás, eles começam uma “choradeira”. E mesmo dizendo admirar Edminho, o capitão do Tigrão afirmou que ele “chora” para se beneficiar disso. Por fim, o vilanovense disse que se o esmeraldino quiser eles podem ligar para a federação e inverter os mandos de campos.

LEIA MAIS: Ex-aliados exageram na troca de farpas. Cocá desdenhou do Goiás e recebeu o troco de Edminho

Anderson Salles quer ser campeão estadual pela terceira vez seguida (Foto: Reprodução/Tv Goiás)
Anderson Salles quer ser campeão estadual pela terceira vez seguida (Foto: Reprodução/TV Goiás)

Time grande

Em contrapartida, o recém contratado do Goiás, zagueiro Anderson Salles, ex-Vasco da Gama, quer levantar seu terceiro caneco estadual consecutivo (ele foi campeão paulista pelo Ituano, em 2014, e carioca pelo cruzmaltino em 2015). Segundo ele, ter esta taça é o que o motivou a jogar pelo Goiás.

O atleta afirma, ainda, que o clube esmeraldino é uma equipe grande que vai brigar por todos os títulos deste ano. “Espero que a gente consiga o bicampeonato para o Goiás e o tricampeonato para mim, já que fui campeão paulista em 2014 e carioca em 2015″.

Comentários do Facebook