Derrotado pelo Paraná, Leo Condé acredita que emocional prejudica equipe

Depois de perder mais uma no Brasileirão, fica difícil para os jogadores e comissão técnica do time arranjarem desculpas para as atuações ruins. Estreando diante do Paraná, Léo Condé acredita que o o lado emocional é um dos piores problemas do Esmeraldino nesse momento.

Veja no vídeo ao lado os melhores momentos da derrota do Goiás para o Paraná na noite desta terça (14).

“O jogo foi um retrato do momento. O Goiás até foi bem no primeiro tempo e se impôs, como tem que ser o Goiás. No segundo, quando começamos a criar algumas boas chances, levamos o gol. Aí o lado emocional pesou e sofremos outro. É uma equipe muito jovem. Talvez os atletas mais novos estejam sofrendo um pouco com isso”, disse Condé.

LEIA MAIS: Dunga é demitido do comando da Seleção Brasileira

Na noite da última terça-feira (14), o Goiás mostrou bom rendimento na primeira etapa do jogo diante do Paraná, mas acabou levando gols no segundo tempo e saiu do Estádio Durival de Britto com uma derrota por 2 a 0.

Já são oito jogos seguidos sem vencer e três rodadas seguidas na zona do rebaixamento da Segunda Divisão. O que resulta, sem dúvida, em um dos piores momentos da história do clube.

Próxima rodada

Na próxima sexta (16), o Goiás recebe o Avaí, às 21h30, no Serra Dourada. E, para o técnico, o cenário é o pior possível, o que significa que só pode melhorar, e que só os jogadores podem tirar o clube desse buraco.

“De um modo geral, os jogadores estão muito sentidos. É um sentimento de muita frustração e decepção. Quem pode tirar o Goiás desta situação somos nós. Agora é momento de buscar forças, pois não pode ficar pior”, afirmou Leo Condé.

LEIA MAIS: Por que o Goiás é o pior time goiano na segundona?

Comentários do Facebook