O que rolou na diplomação de Iris e dos 35 vereadores eleitos e suplentes

Jogo Limpo com Rodrigo Czepak

Diplomação do prefeito e dos vereadores eleitos em 2016 | Foto: Reprodução
Diplomação do prefeito e dos vereadores eleitos em 2016 | Foto: Reprodução

O que rolou na diplomação de Iris Rezende e dos 35 vereadores eleitos e suplentes…

– O Centro de Cultura e Eventos da Universidade Federal de Goiás (UFG) ficou lotado para a solenidade. Como esperado, o prefeito eleito Iris Rezende foi bastante aplaudido em todos os momentos. Nem mesmo as vaias de um grupo de estudantes, durante o discurso, conseguiram ofuscar o brilho do pontapé para o quarto mandato do peemedebista na capital;

– Com seu conhecido “por obséquio”, Iris pediu respeito aos universitários para retomar o discurso. Anteriormente, sem saber que era alvo de críticas, o prefeito eleito chegou a agradecer a manifestação com um “obrigado”;

Unifan Bolsas de até 70% – 300×250

– O assédio ao político de quase 83 anos – faz aniversário no próximo dia 22 – começou na entrevista coletiva antes do início do evento. Repórteres não se entenderam e um deles, bastante emocionado, sequer conseguia segurar o gravador. Pergunta sobre o deputado estadual Major Araújo (PRP), vice-prefeito eleito que desistiu do cargo antes da diplomação, também serviu para deixar Iris Rezende contrariado;

LEIA MAIS: Porsche bate contra Fiorino e deixa vítima presa nas ferragens em Goiânia

– O vovô Iris não esqueceu dos netos – Mariana e Daniel – no momento de receber o diploma. O cerimonialista Roberto Nascimento chegou a chamar a vovó Iris Araújo para participar da homenagem, mas ela preferiu permanecer onde estava;

– Outra estrela da diplomação, vereador eleito com quase 40 mil votos, o jornalista Jorge Kajuru (PRP) roubou a cena ao não cumprimentar o colega Anselmo Pereira (PSDB), atual presidente da Câmara, e dar um afetuoso abraço no senador Ronaldo Caiado (DEM), amigo e incentivador político;

– Kajuru, aliás, fez questão de avisar ao representante do governador Marconi Perillo, secretário Tayrone di Martino, que o cumprimentava para cumprir formalidade. A plateia ficou imaginando qual seria o desfecho de um hipotético encontro entre Kajuru e Marconi;

– Ronaldo Caiado, estrategicamente, ficou sentado à direita de Iris Rezende. Maguito Vilela, prefeito de Aparecida de Goiânia, e Daniel Vilela, deputado federal e presidente regional do PMDB, foram posicionados à esquerda. Manifestações sobre a sucessão de 2018 foram inevitáveis;

– Procurador do Município, Carlos de Freitas representou o prefeito Paulo Garcia (PT) na solenidade. Edilberto Dias, presidente da Comurg, estava na plateia e não escondeu o desejo de ocupar uma cadeira na mesa de autoridades;

– Nos bastidores, apenas dois nomes são dados como certos na futura equipe de Iris Rezende: Paulo Ortegal na assessoria particular e Dário Campos na Secretaria de Finanças. Mauro Miranda, braço direito do prefeito eleito, já avisou que prefere “contribuir sem ocupar cargo”.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter