General acusado de comandar rede de prostituição quer Ronaldinho Gaúcho no seu time

Ronaldinho ficou sem aparecer no Querétaro por duas semanas
Ronaldinho ficou sem aparecer no Querétaro por duas semanas

Depois de domorar muito para se reapresentar, Ronaldinho Gaúcho retornou ao atual clube, o Querétaro, do México. Mas o milionário empresário e general angolano Bento dos Santos Kangamba, dono do Kabuscorp, quer investir alto para levar o craque para a Angola.

No site oficial, o Kabuscorp informou que Kangamba está a caminho do Brasil para negociar o acerto com Ronaldinho.

Kangamba

O general da reserva das Forças Armadas angolanas é considerado um dos homens mais poderosos da África. Em 2013, Kangamba foi acusado de ser o responsável por uma rede de prostituição que levava brasileiras para a Angola. Algumas das mulheres agenciadas eram famosas e chegavam a receber propostas de R$ 280 mil por um programa.

Comentários do Facebook