Goiás pode ampliar Serrinha ou alugar Estádio Olímpico para mandar jogos do Brasileiro

Estádio Olímpico será entregue nos próximos meses, de acordo com o governador Marconi Perillo (Foto: Divulgação)
Estádio Olímpico será entregue nos próximos meses, de acordo com o governador Marconi Perillo (Foto: Divulgação)

De acordo com o presidente do Goiás Sérgio Rassi, o clube estuda a possibilidade de ampliar o Estádio Hailé Pinheiro, na Serrinha. A direção do time já estaria em contato com arquitetos responsáveis pela construção de grandes arenas brasileiras.

Ainda não há projeto para a obra, mas o plano é que profissionais venham a Goiânia para conhecer o estádio e apresentarem um projeto para sua ampliação. Outra vontade da diretoria é reformar a concentração dos jogadores.

O Goiás quer aumentar a capacidade do estádio para 22 mil pessoas. Essa medida permitiria que o Esmeraldino sediasse partidas de qualquer competição nacional na Serrinha.

Estádio Olímpico

Outra informação de bastidores cogita a possibilidade do Goiás alugar o Estádio Olímpico, no Centro de Goiânia.

De posse do Governo de Goiás, a praça esportiva seria alugada por um valor mensal, assim como foi feito no Rio de Janeiro, na relação entre o Botafogo e o Engenhão.

Obras

Em fase de entrega, as obras do Estádio Olímpico custaram R$ 158,65 milhões para o Governo. O estádio foi voltará a ser aberto depois de muito tempo desativado e contará com 13 mil e 500 lugares.

“Estamos chegando à reta final e, até nós, estamos impressionados com o tamanho dessa obra, que certamente será um dos principais cartões de visitas do País”, afirmou o governador Marconi Perillo em visita às obras nesta semana. “Teremos aqui uma das mais modernas arenas de esportes do mundo, um presente que vamos entregar nos próximos meses para Goiânia.”

CONTINUE LENDO:

Serra Dourada terá estacionamento pago a partir do dia 30. Inclusive no clássico Vila Nova x Goiás

Jogos do Brasileirão podem não ser transmitidos na TV. Entenda

Comentários do Facebook