Proibido de treinar no Goiás, Walter curte carnaval em Recife

Walter embarcou para o Recife sem comunicar o Goiás
Walter embarcou para o Recife sem comunicar o Goiás | Foto: reprodução Instagram

Em litígio com o Goiás Esporte Clube o atacante Walter foi buscar refúgio em Natal, cidade onde cresceu. O atacante esmeraldino, bastante participativo nas redes sociais, vem publicando fotos com familiares e esteve na Praça do Marco Zero, na capital pernambucana.

O atacante está suspenso e proibido de entrar nas dependências do Goiás até a próxima quarta-feira (1º). O presidente Sérgio Rassi em declaração concedida à imprensa disse que o jogador terá os dias descontados do seu salário. “Por um consenso, ele está proibido de entrar no clube e está isento de sua remuneração nesses dias. Todo nosso departamento jurídico já está trabalhando e cuidando do caso. Foi um ato gravíssimo”, disse o dirigente.

LEIA MAIS: Goiás não valoriza e perde craque da base Vitor Mota para o Internacional

Agressão

Walter no treinamento da última sexta-feira (24), acertou uma cotovelada no goleiro Matheus que caiu desacordado e foi encaminhado para um hospital e teve que ser internado.

De acordo com Harlei Menezes, diretor de futebol, o jogador não mostrou arrependimento pelo ocorrido e disse que faria de novo. Mesmo assim ele seguiu viagem com a delegação para cidade de Rio Verde para compromisso do Verdão pelo Campeonato Goiano.

O presidente Sérgio Rassi que passa o carnaval na Bahia ao tomar conhecimento dos fatos, ordenou que o atacante fosse retirado da concentração e retornasse a Goiânia. Horas depois Walter embarcou para o Recife sem comunicar o Goiás.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter

Fonte: Diário de Goiás

Comentários do Facebook