Jovem com câncer terminal realiza sonho de jogar basquete por time da NCAA

A atleta iniciou o jogo contra o Hiram College e fez os dois primeiros pontos do confronto
A atleta iniciou o jogo contra o Hiram College e fez os dois primeiros pontos do confronto

Lauren Hill, 19, realizou um sonho. Portadora de DIPG (Diffuse Intrinsic Pontine Glioma, em inglês), um tipo de câncer inoperável no cérebro que mata 90% das vítimas em 18 meses, a jovem pôde jogar pelo time feminino de basquete da Universidade Mount Saint Joseph.

A atleta iniciou o jogo contra o Hiram College e fez os dois primeiros pontos do confronto. Seu time venceu por 66 a 55. Apesar de ter ficado a maior parte da partida no banco, com óculos escuros e fones de ouvido para se proteger da claridade e barulho do ginásio, Lauren disse que nunca se sentiu tão bem em sua vida.

Fora da regra

Os médicos disseram que Lauren, que descobriu a doença em novembro passado, talvez não pudesse iniciar a temporada em 15 de novembro, então as equipes entraram em acordo para que a partida fosse antecipada para ela jogar e realizar seu sonho. O Hiram College e Associação Atlética Universitária dos Estados Unidos aceitaram desrespeitar as regras e até mudar o local da partida, para que os familiares da atleta pudessem assisti-la.

Comentários do Facebook