Justin Bieber: Barraca, igreja e luto de fãs enlouquecidos

Jogo Limpo com Rodrigo Czepak

Justin Bieber é aguardado com cinco meses de antecedência no Rio de Janeiro | Foto: Reprodução
Justin Bieber é aguardado com cinco meses de antecedência no Rio de Janeiro | Foto: Reprodução

Barraca, igreja e luto de fãs enlouquecidos

Não é a maior nem a menor demonstração de loucura por um ídolo, mas beira a insanidade permanecer quase cinco meses em barracas à espera de um show. Estudantes cariocas se revezam no Sambódromo, desde ontem, para gritar mais perto dos ouvidos de Justin Bieber, o cantor americano rebelde sem causa, em março de 2017. O detalhe é que alguns deles trabalham e outros se preparam para o Enem. Como? Pergunta fácil de responder quando o amor próprio é trocado por um fascínio delirante.

Com a anuência de familiares, os jovens se gabam de comer biscoito e abusar de cobertores para suportar as intermináveis horas de espera. O risco de enfrentar a bandidagem também é ignorado. Tudo em nome do amor por Justin Bieber, que já se apresentou no Rio de Janeiro em 2013. Detalhe: com os aplausos do mesmo grupo de estudantes. E o pior é que não há comparativo para loucuras quando se imagina a igreja construída para o ex-jogador Diego Maradona em Buenos Aires e o “luto eterno” de fãs quando seus ídolos morrem. Excessos que nem Sigmund Freud, o pai da psicanálise, conseguiria explicar.

Trecho danificado da Marginal Botafogo | Foto: Guilherme Coelho/Folha Z
Trecho danificado da Marginal Botafogo | Foto: Guilherme Coelho/Folha Z
Ruf Medicina 300 x 250

Inoperância

O cidadão goianiense já não suporta mais medidas paliativas no enfrentamento dos graves problemas que afligem a cidade. Por exemplo: autoridades públicas recomendarem não transitar por determinadas vias durante fortes temporais. O ideal, nesse caso, seria a veiculação de um comunicado “implorando” para o morador permanecer em casa ao primeiro sinal de chuva. Afinal, como circular em Goiânia evitando Marginal Botafogo, Jardim América, Balneário Meia Ponte, Parque Amazônia, Jardim Guanabara, Vila Redenção, Urias Magalhães e tantos outros bairros?

LEIA MAIS: Chuva no feriado deixa rastro de destruição no Jardim América

Maravilha x realidade                                                                       

Quarenta e sete anos nas costas, o veterano Túlio Maravilha voltou ao noticiário comentando suposto retorno ao futebol na terceira divisão de São Paulo. Ex-Goiás, Botafogo/RJ e Vila Nova, o atacante é a imagem da dificuldade em aceitar o fim da carreira profissional. Túlio já tentou a política (vereador), o microfone (comentarista) e ensaios eróticos ao lado da atual esposa. Nada, entretanto, parece satisfazer o vazio de quem já foi ídolo de milhões, a chamada abstinência dos holofotes.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter