Provocado por Wagner, Robston diz que vai fazer ‘justiça com as próprias mãos’

A vitória de 1 a 0 do Goiás sobre o Vila Nova não terminou apenas com a eliminação do Tigre de mais uma final do Goianão, mas teve também polêmica extra-campo. O volante Robston reclamou bastante à imprensa de provocações feitas pelo meia esmeraldino Wagner durante a partida.

Veja no vídeo ao lado

O experiente e polêmico jogador se disse indignado com gestos de Wagner, que teria insinuado que Robston usa drogas.

“Um fato lamentável de um cara vagabundo (sic) e sem vergonha. Além de me atingir, também atingiu toda a minha família. Meu filho chegou chorando porque amigos da escola estão zoando com ele. Minha mulher não dormiu à noite. Estou muito revoltado e deixo aqui minha indignação”, condenou Robston.

“Justiça com as próprias mãos”

E o meia vilanovense fez jus à sua fama e deu uma declaração controversa: “Pode ter certeza que as coisas não vão ficar assim. Vai ter volta e vai ter resposta. A minha família não vai ficar sofrendo. Se a minha família estiver sofrendo, a dele vai sofrer também. Isso é coisa de moleque”, disse.

Robston também afirmou que recorreu à diretoria colorada para buscar uma punição por meio do advogado Paulo Henrique Pinheiro. Para ele, a provocação foi pior do que a derrota.

“Eu aceito a derrota, aceito a desclassificação, mas não aceito essa palhaçada. Pode ter certeza que as coisas não vão ficar assim. Independente do Vila me ajudar ou não, eu vou fazer justiça com minhas próprias mãos”, ameaçou.

LEIA MAIS: Delegada é presa por desacato a PMs no Setor Marista

O fato

Imagens da transmissão da partida feita pela TV Anhanguera mostram o momento em que Wagner passa os dedos pelo nariz simulando o uso de cocaína. O gesto seria uma provocação, levando em conta o envolvimento de Robston com drogas no passado.

Comentários do Facebook