Rassi discute com torcedores no clássico e desabafa: ‘Estou cansado’

Depois da derrota por 2 a 1 para o Vila Nova no clássico, a torcida do Goiás manifestou toda a sua insatisfação com a diretoria do time, a quem responsabiliza pela atual situação na Série B do Campeonato Brasileiro, e foi especialmente dura nas cobranças contra o presidente Sérgio Rassi, que respondeu no mesmo tom.

Ao fim da partida, torcedores foram em direção ao presidente e muitos exigiam sua renúncia. Não faltaram palavrões e xingamentos no protesto da torcida e, irritado, Rassi devolveu um gesto obsceno (o dedo do meio em riste) aos esmeraldinos mais exaltados.

A cena foi registrada pelo celular de um dos torcedores e repercutiu nas redes sociais, revoltando ainda mais aqueles que já estavam descontentes com a derrota para o maior rival.

Sobre o caso, Rassi disse ao Folha Z que foi agredido “verbalmente e com gestos”, na presença da sua esposa. Ainda segundo o presidente, o rapaz “nervoso” e ele já se “resolveram”.

Cansado

Perguntado sobre a possibilidade de renunciar, o médico fez um balanço da sua gestão. “São duas situações ambíguas: Sinto-me na obrigação de chegar ao fim o que me propus. E consegui dar condições financeiras para isso. Mas notadamente esse ano foi um fiasco (futebol)”.

No entanto, ele também disse estar cansado. “Por outro lado enfrento a bronca do torcedor, muitas vezes sem respeito e com grosserias impublicáveis, as quais não tenho costume de ouvir. Daí pressão familiar e muito dissabor. Estou cansado”, afirmou.

LEIA MAIS: Vila Nova vence o Goiás e quebra tabu após 37 anos

Ele ainda criticou o modelo atual de gestão do Goiás. “Tudo de ruim ou que não deu certo é culpa do presidente… Defendo conselho diretor executivo de 5 ou 6 membros, com gestores em cada área, remunerados, como clube empresa. Quem não desempenhar bem seu papel sai! Daí a vidraça não será apenas a do presidente. Clubes europeus e alguns já no Brasil fazem isso”, comentou.

Lateral Sueliton também teria mostrado dedo para torcedores (Foto: Divulgação/Goiás)
Lateral Sueliton também teria mostrado dedo para torcedores (Foto: Divulgação/Goiás)

Sueliton

Outro que supostamente também entrou em conflito com o público alvi-verde no sábado (15) foi o lateral-direito Sueliton. Ele também teria mostrado o dedo para torcedores na saída para os vestiários. Mas a informação não foi confirmada.

#renunciarassi

Com mais uma derrota e, dessa vez, a primeira para o Vila Nova na história da Série B, cresceu na internet a adesão ao movimento que pede a renúncia do presidente Sérgio Rassi: #renunciarassi.

Entre as maiores decepções do torcedores durante a administração Rassi estão as derrotas para times de menor expressão nacional como Brasília, Ituano, Botafogo da Paraíba e River do Piauí.

Acompanhe o Folha Z no Facebook, Instagram e Twitter

Comentários do Facebook