Sem raça e futebol, Goiás dá vexame diante do Brasil de Pelotas pela Série B

O Goiás, mais uma vez, deu vexame na Série B do Campeonato Brasileiro. Jogando no Estádio JK, em Itumbiara, na noite desta sexta-feira, 27, a equipe esmeraldina conseguiu apenas um empate em 1 a 1 com o Brasil de Pelotas.

Os torcedores que foram ao JK viram um time sem raça e qualidade técnica. Muitos saíram do estádio indignados com a equipe esmeraldina. “Vim de Goiânia para ver o meu time jogar. Chego aqui me deparo com atletas sem determinação, sem compromisso com o clube e principalmente com o torcedor”, relatou o empresário Reginaldo Vieira, morador do Alto da Glória.

Dominação gaúcha

O primeiro tempo foi dominado pelo time gaúcho. Na segunda etapa o Goiás melhorou, mas criou poucas oportunidades. As duas equipes erraram muitos passes e fizeram um jogo morno, sem qualidade técnica. O desastre só não foi maior pro Goiás porque o goleiro Renan defendeu pênalti.

Felipe Oliveira marcou pro Brasil e Rafhael Lucas garantiu o empate do Goiás. Com mais esse vexame a equipe esmeraldina soma agora 5 pontos no Campeonato Brasileiro e ocupa a 10ª posição na classificação da Série B. O próximo adversário do Goiás será o Ceará, em Fortaleza, no dia 31. Em seguida, em frente o Vasco no Rio de Janeiro.

Assessoria de imprensa do Goiás confirmou que na segunda-feira, 30, haverá reunião entre os principais caciques do time. Tudo indica que haverá mudanças. Uma coisa é certa: jogadores serão dispensados.

LEIA MAIS: Enderson lamenta derrota: “Saio muito chateado”. Para colunista, problema é o treinador

FICHA TÉCNICA

Goiás 1 x 1 Brasil de Pelotas
Árbitro: Charles Hebert Cavalcante Ferreira (AL)
Assistentes: Rondinelle dos Santos Tavares (AL) e Ciro Chaban Junqueira (AL)
Público: 2.376 pagantes (2.563 presentes)
Renda: R$ 11.85,00
Cartões Amarelos: Wesley Matos, William (Goiás); Felipe Oliveira, Nathan, Leandro Leite (Brasil-RS)
Gols: Felipe Oliveira (BRA) aos 12’1T (0-1); Rafhael Lucas (GEC) aos 9’2T (1-1)

GOIÁS: Renan; Jhonatan (Suelinton), Wesley Matos, David Duarte e Jefferson; William (Ramires), Wendel e Léo Sena; Rossi, Rafhael Lucas e Cléo (Wagner).
Técnico: Enderson Moreira

BRASIL de Pelotas (RS): Eduardo Martini; Wender, Cirilo, Leandro Camilo e Marlon; Leandro Leite, Washington, Felipe Garcia e Diogo Oliveira (Marcão); Nathan (Ramon) e Nena (Marcos Paraná).
Técnico: Rogério Zimmermann

 

 

 

Comentários do Facebook