Torcedores denunciam o Vila Nova. Time pode pagar multa milionária

Fiscais do Procon Goiânia constataram irregularidade na venda de ingressos / Foto: divulgação
Fiscais do Procon Goiânia constataram irregularidade na venda de ingressos / Foto: divulgação

O Vila Nova Futebol Clube deu um péssimo exemplo. Após dezenas de denúncias de torcedores revoltados, o Procon Goiânia resolveu dá uma passadinha no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, local onde estão sendo vendidos os ingressos para grande final da Série C entre o Vila e o Londrina, no próximo dia 21, no Estádio Serra Dourada.

Desrespeito com o torcedor

Chegando ao local, os fiscais do Procon Goiânia constataram que o clube desrespeitou o Código de Defesa do Consumidor pelo fato de não assegurar o pagamento de meia-entrada para os torcedores que tem esse direito.

O Vila foi autuado e a multa que terá que pagar pode variar de R$ 400 a R$ 6 milhões.

Segundo o superintendente do órgão, Rodrigo Melo, a comercialização de meia-entrada é obrigatória nas bilheterias de eventos. “A lei determina que todos os estudantes devidamente matriculados em estabelecimentos públicos ou particulares do ensino fundamental até ao doutorado, e comprovada essa condição, têm direito ao benefício assegurado”, finaliza.

Comentários do Facebook