Tudo pronto para o Rally dos Sertões 2014

A quarta especial vai ligar Paracatu a São Francisco e é considerada pela organização uma das mais importantes da disputa
A quarta especial vai ligar Paracatu a São Francisco e é considerada pela organização uma das mais importantes da disputa

Contagem regressiva para mais uma edição do Rally dos Sertões. No último domingo, 6, Marcos Moraes, organizador do evento, e Eduardo Sachs, diretor técnico da Dunas Race, encerraram a conferência do roteiro entre Goiânia (GO) e Belo Horizonte (MG). Como em todos os anos, a prova vai ter grandes desafios e passar por regiões belíssimas deste Brasil off-road.

Etapas

A primeira etapa, que será disputada no dia 24 de agosto, entre Goiânia e Caldas Novas, no estado de Goiás, terá 216 km no total, sendo 155 km de especial. No dia seguinte, a competição segue entre Caldas Novas e Catalão (260 km no total e 201 km de especial) e, no terceiro dia, chega a Minas Gerais, saindo de Catalão rumo a Paracatu (356 km no total e 206 km de especial).

A quarta especial vai ligar Paracatu a São Francisco e é considerada pela organização uma das mais importantes da disputa. Serão 585 km no total, com 364 km de especial. No quinto dia, os competidores vão enfrentar a etapa Maratona, onde ao final da disputa não poderão receber auxílio mecânico externo. Após a conferência, a prova entre São Francisco e Diamantina teve uma alteração no percurso da especial. Serão 718 km no total e 335 de especial.

“Fizemos alguns ajustes logísticos e calibramos melhor o tamanho do desafio. Mas garanto que será uma das melhores especiais da edição de 2014. Tem de tudo um pouco do rali cross country, com trechos travados e serra com trail”, comenta Marcos Moraes.

No seu penúltimo dia, o Sertões permanecerá em Diamantina, largando e chegando na cidade mineira. “Serão 213 km no total e 159 km de especial de pura Serra da Canastra”, destaca Moraes.

No dia 30 de agosto, será a vez da 7ª e última etapa com o Sertões chegando pela primeira vez em Belo Horizonte (331 km no total, com 125 km de especial). “A última etapa também está bem interessante, com grandes desafios para transpor. Será um dia estratégico para manter os bons resultados”, completa Moraes.

Comentários do Facebook