Pesquisa constatou que a prevalência da Covid-19 é de 0,41% em Aparecida | Foto: Enio Medeiros
Pesquisa constatou que a prevalência da Covid-19 é de 0,41% em Aparecida | Foto: Enio Medeiros

Uma pesquisa com testagem domiciliar para diagnóstico da Covid-19 em Aparecida apontou que, a cada caso confirmado oficialmente, 17 passam despercebidos.

O levantamento foi realizado em parceria da prefeitura com a Universidade Federal de Goiás (UFG) e promoveu visitas a 1.208 residências das 7 regiões da cidade.

De 8 a 13 de maio, profissionais de saúde e pesquisadores aplicaram testes rápidos para Covid-19 e questionários socioepidemiológicos aos entrevistados.

Os resultados obtidos apontaram, dentre outros aspectos, a prevalência da doença, a projeção da subnotificação, a região com maior incidência e hábitos da população durante o período de isolamento.

10 vezes

De acordo com o levantamento, das 1.200 pessoa testadas, 5 apresentaram anticorpos para o coronavírus.

Ou seja, elas já haviam se infectado e não tinham conhecimento disso.

Número de casos em Aparecida tende a ser 10 vezes maior do que os registros oficiais: 2.370 | Foto: Enio Medeiros
Número de casos em Aparecida tende a ser 10 vezes maior do que os registros oficiais: 2.370 | Foto: Enio Medeiros

Dessa maneira, a equipe técnica responsável pela pesquisa constatou que a prevalência da doença na cidade é de 0,41%.

Aplicando esse percentual à população do município, concluiu-se que o número de casos em Aparecida tende a ser 10 vezes maior do que os registros oficiais: 2.370.

Até a noite dessa 3ª feira (19), o boletim da Secretaria Municipal de Saúde reportou 207 casos confirmados de Covid-19 e 8 óbitos em virtude da doença.

Com alto índice de contaminação, comércio do Garavelo pode ser fechado


Acompanhe tudo que acontece em Aparecida de Goiânia seguindo a Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook