Vítima que denunciou João de Deus comete suicídio

Mulher teria ficado desesperada após ver o médium de volta à ativa em Abadiânia

João de Deus é acusado de abuso sexual por mais de 200 mulheres | Foto: reprodução

Uma das vítimas que denunciou o médium João de Deus teria cometido suicídio.

A informação foi divulgada pela “Folha de S. Paulo” após entrevista com a ativista Sabrina Bittencourt.

Foi ela quem recebeu as primeiras denúncias contra médium.

Ainda de acordo com a ativista, a vítima se desesperou quando viu que o médium havia comparecido para trabalhar na última quarta-feira, 12.

“A família da vítima nunca acreditou nos relatos de abuso. São todos seguidores do médium”, completou Sabrina.

Apesar da gravidade do ocorrido, o advogado da ativista a orientou a não divulgar nenhum detalhe sobre o suicídio.

Fake News

Porém, após repassar a informação à jornalista Mônica Bergamo, a ativista foi alvo de “fake news”, segundo ela mesma classificou.

De acordo com a ativista, sites estariam publicando que ela mesma teria se suicidado.

“Agora é fácil ficar inventando coisas. Likes não me seduzem. Tenham decência! Parem de me buscar para saber detalhes sobre o suicídio. Tenham respeito”, escreveu.

Veja o vídeo gravado por Sabrina:

FAKE NEWS DIZENDO QUE COMETI SUICÍDIO. ESTOU VIVA, EXAUSTA E SEQUER TENTEI COMETER SUICÍDIO.O que falta mais? Hoje de manhã uma das mulheres que eu atendia cometeu suicídio. Fiquei sabendo à tarde a caminho do hospital. Entrei em choque, estou sedada. Falei somente com a equipe da Mônica Bérgamo, da Folha de São Paulo, para soltar uma nota a respeito (porque ela foi a primeira jornalista que noticiou as denúncias contra o Prem Baba – e sem ela nada disso teria acontecido) e com a Helena Borges, jornalista investigativa do jornal O Globo com quem tenho o prazer e a honra de trabalhar há 3 meses neste caso e foi a PRIMEIRA jornalista a peitar todo mundo e correu todos os riscos, desconfianças generalizadas, tentativas de boicote, ameaças veladas, a deixar esta "bomba" que todo mundo sabia mas ninguém queria acreditar que o João Teixeira, estuprador de Abadiânia (me nego a colocar a palavra Deus ao lado deste MONSTRO). Agora é fácil ficar inventando coisas. Likes não me seduzem. Tenham decência! Parem de me buscar para saber detalhes sobre o suicídio. PAREM. Tenham respeito. Ou voltem pra faculdade de jornalismo, pra classe de ética.Hugo Soares, errar é humano. Veicular numa mesma chamada duas mentiras: que cometi suicídio e que sou vítima do João Teixeira de Faria, posso considerar burrice, mal caratismo ou falta de vontade de trabalhar direito e buscar fontes? Você tem 2 horas pra tirar isso do ar e me pedir desculpas publicamente. Tenho amigos passando mal, meu filho, meu telefone não pára de tocar quando eu precisava estar em repouso. Não sei se você sabe, mas é crime atribuir a morte de alguém quando isso não aconteceu. Por isso estou te dando 2 horas para corrigir o seu "erro"…………………….#CHEGADEABUSO#EUSOUSOBREVIVENTECOAME – COMBATE AO ABUSO NO MEIO ESPIRITUAL – www.coamebr.tkwww.chegadeabuso.org

Posted by Sabrina de Campos on Wednesday, December 12, 2018

Caso João de Deus

Na tarde da última quarta-feira, 12, o Ministério Público de Goiás (MPGO) pediu a prisão preventiva do médium.

João de Deus é acusado de abusar sexualmente de mais de 200 mulheres. Ele nega as acusações.

LEIA MAIS | O império de João de Deus: conheça a real fortuna do médium goiano


Acompanhe o Folha Z no Instagram (@folhaz), no Facebook (jornalfolhaz) e no Twitter (@folhaz)

Comentários do Facebook